21/03/2015

Amizade entre Pai e Filho

Hb 13.5; Mt 28.20
William Stidger narra como um rapazinho que jazia na mesa de operação, tendo de sofrer uma intervenção séria, pediu ao pai que ficasse com ele para lhe segurar a mão enquanto o médico o anestesiava. Justamente antes de lhe colocarem a máscara de éter, ele olhou para o pai, e disse com inteira confiança:
-O senhor ficará comigo até o fim, não é, papai?
O pai respondeu com lágrimas de compreensão:
-Certamente ficarei, meu filho.
Eis o que significa a verdadeira amizade. Significa acompanhar por todo
o caminho, até o fim.
O amigo que é mais chegado do que um irmão, Jesus, nosso melhor amigo, acompanha por todo o caminho. Ele diz: "De maneira alguma te deixarei nunca jamais te abandonarei. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século" (Hb 13.5; Mt 28.20).
Cultivemos-Lhe a amizade e, à Sua semelhança, sejamos um amigo verdadeiro para todos -os que têm e os que não têm amigos.

Nenhum comentário:

Destaque

Conta-se de dois peregrinos que decidiram visitar a imortal cidade de Belém, por ocasião das celebrações do Natal. Partiram muitos meses ant...