30/11/2016

Uma mulher surda foi convidada com insistência a tomar vinho e ir ao cinema para celebrar o Natal de 1921. A caminho do teatro, ela viu um grande cartaz com a citação do mártir João Huss: "O nação tcheca, volta para Cristo". A escadaria de mármore do edifício conduzia para duas direções: à esquerda, o cinema e à direita, um antigo salão de danças, transformado em lugar de oração. Ela voltou-se para a direita e entrou no salão de oração. Ouviu atenciosamente a mensagem, através de um fone, embora este estivesse muito ruim. Noite após noite, ela ali voltou e ouviu com grande interesse. Logo aceitou Cristo como seu Salvador pessoal. Agora, viúva, ela ainda o segue fielmente, nunca perdendo a oportunidade de dar testemunho de Jesus e cantar cânticos de louvor perante todos os que a ouvem. Quantos há hoje em dia que não ouvem por causa da indiferença! A todos estes Cristo convida a ajuntar tesouros para a vida eterna.



Mariam Bartak (Tchecoslováquia)

Nenhum comentário:

Destaque

Conta-se de dois peregrinos que decidiram visitar a imortal cidade de Belém, por ocasião das celebrações do Natal. Partiram muitos meses ant...