20/12/2011

As Duas Cadelas


As duas cadelas.
Sentindo‐se na hora de parir, e não tendo onde acolher‐se, pediu uma cadela à sua camarada que lhe emprestasse a sua cama. A outra, compadecida, atendeu‐lhe, prometendo ela retirar‐se logo que os filhinhos se pudessem arrastar. Chegou o dia da restituição, e não mostrando a hóspede muita vontade de cumprir o ajuste, pediu‐lhe a compassiva o seu palheiro. A parida, porém, arreganhando os dentes : Retirar‐me‐ei, disse, se fores capaz de deitar‐me fora a mim e aos meus. Tinha então consigo meia dúzia de cachorrinhos que já ladravam e sabiam morder.
MORALIDADE. ‐ Há assim muitos que, como a cadela mal agradecida, humildes imploram a caridade, e depois se levantam contra quem lhes valeu.

Nenhum comentário:

Destaque

Conta-se de dois peregrinos que decidiram visitar a imortal cidade de Belém, por ocasião das celebrações do Natal. Partiram muitos meses ant...