29/01/2012


O escritor John Howard Payne, já se encontrava fora de casa havia nove anos. Uma tarde, ele Payne estava à janela, contemplava as pessoas que passavam alegres e apressadas, dirigindo-se cada uma para sua casa. De repente, Payne se viu pensativo naquele quarto de pensão em que estava. Se afastou da janela, e envolvido pela recordação de uma certa cidadezinha, ele apanhou o lápis e escreveu: “Ainda que da vida e prazeres de um palácio possamos partilhar, ainda assim, mesmo que humilde e simples, nada como o nosso lar”.

Nenhum comentário:

Destaque

Conta-se de dois peregrinos que decidiram visitar a imortal cidade de Belém, por ocasião das celebrações do Natal. Partiram muitos meses ant...